Insatiable, a nova série da Netflix. Qual a polêmica? Sem spoilers.

A série Insatible da Netflix estreou na última sexta-feira, dia 10 de agosto, e já está causando com suas polêmicas e considerável nota baixa pela crítica nacional e internacional. Parece que a maioria não curtiu muito. Além de falar das polêmicas, vou listar alguns pontos sobre a série. A 1ª temporada é composta por 12 episódios, onde Patty é a personagem principal que sofreu bullying na escola durante toda a sua adolescência por ser gorda. Aos 17 anos ela emagrece e isso a convence de que agora pode se vingar de todos que a fizeram sofrer.

Logo no início da série ela conhece Bob Armstrong, um advogado frustrado que sonha em ser um couch de sucesso dos concursos de misses dos Estados Unidos. Basicamente a série desenrola em torno da vida de ambas as personagens.

Então porque tão criticada? A princípio, a série seria um clichê como tantos outros filmes americanos. Porém alguns pontos fazem com que a série Insatiable seja no mínimo esquisita e um tanto quanto, vamos dizer, preconceituosa.

Insatiable não segue um modelo da vida real em seu roteiro. Muitas cenas são completamente absurdas e dignas do famoso título de “besteirol americano”, bem clássico dos filmes “Todo mundo em pânico”. Algumas personagens tem seu comportamento totalmente fora do comum ou aceitável socialmente. Seria como potencializar as melhores ou piores (predominantemente) características das mesmas. Essa parte confesso ter me incomodado bastante. Até o quarto capítulo essas cenas me deixaram pensando “porque eu to vendo isso?” ou “que idiota”. Acho que essa parte não foi tão feliz e muito menos cômica.

O segundo ponto da polêmica de Insatiable é o fato de utilizar uma menina gorda fake no início da série. Pois, hoje, a militância diz que se a personagem é gorda, deve ser utilizada uma atriz gorda. Porém, nesse momento eu já acho um pouco exagero, já que apenas parte do primeiro capítulo é utilizado esse recurso, e alguns cenas como “lembranças” posteriormente. Convenhamos que para uma simples série e por causa de um capítulo  fazer alguém engordar ou emagrecer 50 kgs é um pouco exagerado demais. Se a tecnologia e maquiagem permitem que isso seja feito em algumas horas, porque sacrificar tanto os atores? Mas essa parte é opinião minha e acredito que a galera da militância não vai concordar muito. Paciência.

O terceiro ponto, não menos importante (muito pelo contrário), fala sobre a ideia fixa na mente da protagonista Patty em se achar uma pessoa melhor simplesmente pelo fato de agora estar magra. E seu desejo insaciável por vingança de todos que a fizeram sofrer enquanto gorda. Essa parte eu realmente achei um pouco pesada, justamente porque até o fim da primeira temporada, esse ponto não é modificado. Acredito eu que possa haver essa mudança de pensamento nos desfechos da próxima temporada, já que muitos pontos ficaram em aberto e quase nenhum dos dramas foi resolvido.

Patty acredita realmente que agora por ser magra, bonita, popular e até ter meninos que a desejem é uma pessoa melhor e superior. Um sentimento totalmente focado na parte externa. Sendo que nitidamente, a personagem sofre com distúrbios alimentares além de pensamentos e atitudes bastante psicóticas. Junte isso a personagem do couch de miss, que preza tanta futilidade quanto ela, e percebemos a mistura perfeita de tudo que atualmente tentamos evitar. Vacilou hein, Insatiable?!

A grande questão é: será que realmente evitamos? Será que não nos engamos e roubamos discursos que não são nossos? Hoje em dia o instagram está cheio de falsas gordas forçando gordurinha com textos de auto-aceitação. Mesmo as que já passaram por 392894873 procedimentos estéticos. Pois é. Apesar de toda a parte “estranhamente absurda” da série, podemos pensar se a Netflix não quis levar ao extremo as futilidades veladas atualmente expostas pela sociedade. Se estiver com tempo sobrando, acho que é válido avaliar a série. Mas se houver outras prioridades, abstrai e segue, porque não vale tanto a pena assim. Desculpa Netflix, eu te amo, mas dessa vez vocês terão que se esforçar mais para transformar essa série num ícone.

Aos leitores, um beijo e até.

Deixe seu comentário.

comentários

Me conta o que achou!