Carnaval: Diário de uma foliã.

E aí meu povo! Todos vivos nessa quarta-feira de cinzas?  Espero que sim! Porque minha alma só voltou hoje pro corpo que estava no modo automático desde sábado.

Se você ama carnaval, assim como eu, sabe do que eu estou falando. Vim contar um pouco do que foi o carnaval aqui no Rio de Janeiro. Contei com as minhas duas incríveis parceiras de loucura: Fe e Gabi, durante os quatro dias.

Foram 4 dias de pura vida louca, que também contaram com presenças de vários amigos e amigas. De resto, o ritmo foi sempre frenético, 8h na estação do Metrô para irmos rumo a Zona Sul ou Centro do Rio. O que não podia falar? Fantasia e Catuaba. Exatamente hahaha, Gabi fez questão de garantir a catuaba nossa de cada dia. O complicado era que às 9h já não havia mais catuaba, e nós ainda estávamos no metrô. ¯\_(ツ)_/¯

Se você não bebe, sucesso! Você também curte o carnaval. Agora pra quem bebe, haja dinheiro e disposição. Dinheiro porque Skol beat é 5 pila, e Antartica é 3 por 10 (da latinha pequena). Água estava TRÊS REAIS, isso sim é um pecado! Apesar da facilidade, o excesso de ambulantes no meio do bloco só prejudica o andamento da brincadeira, porque toda hora tem um passando, e geralmente eles passam por cima do seu pé.

Saindo da bebida, falemos da comida. Não existe dieta no carnaval, apesar de pra mim não existir nunca. Foram dois dias comendo Mc Donalds, um no KFC e outro no Subway. Impossível comer arro e feijão.

Sobre banheiro, não tem como usar banheiro químico! Eu fui UMA vez e me arrependi. Acho que fiquei doente. A malandragem era fazer o seguinte, ir num bar legalzinho onde não há bloco próximo. E consumir nem que fosse uma água. No meu caso foram duas cervejinhas rsrs. Pronto, sucesso. Banheiro limpo e habitável. E por favor, mantenho-o assim. A próxima irá agradecer.

Agora a melhor parte, os BLOCOS! Darei meu parecer sobre cada um:

[Sáb] Bloco da Favorita: Pra começar o carnaval, bloco do melhor baile funk do Rio de Janeiro, o Baile da Favorita. Aconteceu lá em Copacabana. Com um tempo maravilhosamente nublado, sem o sol matar ninguém. Estava bastante cheio, porém a manha de andar na frente do bloco salvou vidas. Tinha gente pra todos os gostos. Animação não faltou, afinal estávamos apenas começando.

[Sáb] Bloco do Barbas: Um clássico do bairro de Botafogo, porém a repetição dos dois sambas do bloco o tornam um pouco chato. Principalmente se você não conhece os sambas. No mais, é bem tranquilo, não lota, super família, e cheio de gente linda. Nesse quesito, Botafogo sempre dá um show.

[Sáb] Bloco Carioca da Gema: No coração do Rio, a LAPA! Quer música boa e clássica? Marchinha ou sambas de raiz? É lá! Porém amigo, vale a pena ficar MUITO esperto, porque o que tem de furto não é sacanagem não. Meu amigo teve o celular furtado nesse bloco. Mas ele deu mole e deixou no bolso, como falei no post anterior: Doleira é fundamental! Um problema é que fica bem cheio e as ruas da lapa são estreitas, então era num aperto. Achamos um buraco e lá ficamos.

[Dom] Cordão do Boitatá: Bloco super clássico das antigas no Centro do Rio, na Praça XV. Eu simplesmente adorei. Samba de raiz. Gente alegre e simpática, e as fantasias mais iradas do Carnaval. Com direito ao tiozão vestido de coxinha, sim COXINHA de comer, ao casal top de Game Of Thrones, Khal Drogo & Khaleesi, ou mesmo a trupe dos Caça Fantasmas, o filme. Amo pessoas criativas e que se empenham na hora de se fantasiar. Ainda rolou merchandising da Kibon com a linha Tablito. Estavam distribuindo o picolé para quem colocasse a tatuagem #folianopalito. Além de brindes como óculos e porta-documento.

[Dom] Fanfarani: Outro em botafogo que sempre é sucesso. Esse nem lotou, comparado ao ano passado. Foi bem tranquilo. Dançamos muito! E ainda encontramos nossa amiga linda Carol, pra fechar o quarteto fantástico dos tempos de República. Sim eu já morei em república de estudantes. Mas deixa pra outro momento contar isso. Muita animação e só música conhecida, do carnaval ou não. Assim que a gente gosta.

[Seg] Bloco do Sargento Pimenta: Sucesso que explodiu há poucos anos no Rio. Rola no Aterro e fica tudo LOTADO de gente. Você quer encontrar alguém pra ir ao bloco? Encontre antes. Lá é impossível. Toca música dos Beatles <3 em ritmo de marchinha de carnaval. Tem como ser melhor? Não tem! Nesse dia, nosso trio tava acelerado e foi só animação do início ao fim. Também rolou ação da Kibon lá. Esqueci de dizer o quanto eu fiquei a-p-a-i-x-o-n-a-d-a pelos promoters haha. Achei o amor da minha vida, a cara do príncipe da Bela e a Fera. Pena que ele não me achou. Vida que segue. xD

[Seg] Bloco de Segunda: Mais uma vez em botafogo, mas dessa vez eu não gostei. Só tocava uma música, a deles, e o som estava bem ruim.Não dava pra entender o que estava sendo cantado. Nem seguimos direito. Estávamos num grupo maior de amigos e ficamos conversando. Depois de um tempo apareceu um alma com uma caixa de som e soltou o pancadão carioca (Funk), aí a zueira começou.

[Ter] Bloco Vagalume Verde: Lá no Jardim Botânico, com uma das vistas mais lindas da cidade rolou esse bloco super animado que toca de tudo: música própria, marchinhas e sambas clássicos do carnaval. Até Wesley Safadão tocou. Não tinha como não ser bom.

[Ter] Orquestra Voadora: Fui pela primeira vez, e não é tão chato quanto me parecia ser. Porque afinal é uma orquestra, e não tem ninguém cantando. É apenas o som dos instrumentos. Achei bem legal os pernas de pau no desfile do bloco também. Acontece lá no Aterro do Flamengo e apesar de ficar bem cheio, não chega aos pés do Sargento Pimenta (em diversão e lotação). Ah, e se você tem problemas com cigarros, não vá pra lá. Apesar de ser num espaço aberto, minha garganta já ficou irritada pela quantidade de fumaça indiretamente inalada por causa dos fumantes. Sorry, não fumo e passo a ser “obrigada” por causa disso. Fazer o quê?

E com a frase mais clichê do mundo: Todo carnaval tem seu fim. E o de 2017 terminou para que o ano finalmente comece. Voltemos a vida real, mas não chore, falta menos de um ano pro carnaval de 2018! Começará dia 9 de fevereiro \o/

Beijos,

E Tchau!

Deixe seu comentário.

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *